Jornalista especializado em temas como as migrações, direitos humanos e crise humanitárias, reuniu 11 testemunhos de sacerdotes, religiosas, bispos e leigos católicos, para mostrar a realidade dos quase 11 mil missionários espanhóis que estão espalhados pelo mundo. Os relatos foram condensados em livro: “Misioneros. Hasta el confín de la Tierra” (Missionários. Até ao fim da terra, na tradução em português).

No prefácio da publicação, o arcebispo de Pamplona e responsável pelo setor das missões na Conferência Episcopal Espanhola, Francisco José Pérez, realça que as 11 histórias permitem ao leitor viver a missão, com a ideia de “novos tempos, novo ardor, nova dinâmica e novos métodos”.

Natural da Corunha, o autor, Miguel Pérez Pichel, é doutorado em jornalismo, trabalhou em vários gabinetes de imprensa e agências de comunicação, até se fixar na redação da revista Palavra, em 2011. Cinco anos depois, transferiu-se para Roma, Itália, onde trabalha atualmente como correspondente no Vaticano para a ACI Prensa e EWTN Notícias.

No seu currículo conta com várias reportagens publicadas sobre migração em Tânger (Marrocos), sobre o comércio atípico e direitos humanos na fronteira de Tarajal, em Ceuta, sobre os campos de refugiados palestinianos na Cisjordânia e sobre os corredores humanitários para refugiados sírios em Itália.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *