Foto: EPA / Farooq Khan

A edição deste ano do “Atlas de guerras e conflitos mundiais”, publicada pela Associação 46mo Parallelo, contém um suplemento especial sobre o desenvolvimento da Covid-19 e as suas repercussões nos equilíbrios geopolíticos globais, com consequências socioeconómicas e políticas em todo o mundo.

“A pandemia não deteve as guerras e, basicamente, fez cair no esquecimento o apelo das Nações Unidas e do Papa Francisco para uma trégua mundial” nos conflitos armados, refere a publicação, citada pela agência Fides.

Segundo os autores da edição 2020 do Atlas, a desigualdade na distribuição da riqueza manteve-se, o Produto Interno Bruto (PIB) Mundial colapsou e os mais afetados foram sobretudo os mais pobres. A economia informal e de rua – que permite a milhões de pessoas viver em África, América Latina e Ásia – foi eliminada, e enquanto isto sucede, continua a investir-se recursos em armamento que podiam ser utilizados para combater a epidemia a nível sanitário, social e económico.

Entre outras notas, a publicação descreve ainda o reposicionamento estratégico e militar, a rede de alianças internacionais, os confrontos que a pandemia alimentou ou criou e os casos em que, a pretexto do coronavírus, foram permitidas “leis especiais” e a suspensão de direitos.

Tagged:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *