Agnes Lucy Lando | Foto: G.S.R.

A irmã Agnes Lucy Lando, diretora de investigações e estudos de pós-graduação na Universidade Daystar, no Quénia, foi nomeada coordenadora e consultora principal para ajudar a Conferência Episcopal Católica do Quénia (KCCB, na sigla em inglês) a gerir e implementar a primeira televisão católica nacional do país.

O canal televisivo já estava a funcionar online, mas o encerramento das igrejas no princípio do ano por causa da pandemia de Covid-19 acabou por acelerar o processo da criação de uma nova estação de televisão a nível nacional. “Era desejo dos bispos permanecer em contacto com os fiéis. Por isso, pediram que se acelerasse a implementação da Ukweli TV para que possa utilizar-se como ferramenta de evangelização e para chegar aos cristãos com mensagens de esperança e alento”, explicou a religiosa, citada pela agência Fides.

Após ter obtido a licença da Autoridade de Comunicações do Quénia para transmitir em sinal aberto, a Ukweli deverá começar a transmitir programas em breve, tendo como lema principal “levar Cristo às pessoas e as pessoas a Cristo”.

“Em nome dos bispos, estou encantado por termos finalmente algo por onde começar. Estamos muito agradecidos à equipa de Nairobi pelos seus esforços para ajudar a adquirir a licença de transmissão”, disse por sua vez Joseph Sagwe, bispo de Kakamega e presidente da Comissão de Comunicações Sociais da Conferência Episcopal.

Tagged:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *