Deixar a solidariedade, a tolerância, a paz e a amizade crescerem. É este o apelo que pode ser lido em embalagens de sementes de manjericão, coentros, endro e mostarda. As sementes encontram-se em cápsulas biodegradáveis, aptas para serem colocadas na terra e depois regadas. Mais tarde é ver a planta nascer, sendo os seus frutos mais tarde colhidos.

Esta dinâmica tem como mote “Sementes que humanizam”, e trata-se de uma iniciativa promovida pela Sol(idariedade) Sem Fronteiras (SolSef), uma Organização Não Governamental para o Desenvolvimento (ONGD) que promove projetos sustentáveis nos países em desenvolvimento, em parceria com os missionários, e com um especial enfoque na população mais jovem.

Através da compra destas “Sementes que humanizam” é possível apoiar o trabalho desenvolvido pela SolSef, e ainda apoiar o projeto “Capacitação pedagógica” em Bafatá, na Guiné-Bissau, que irá decorrer em parceria com a Cáritas de Bafatá. As “Sementes que humanizam” assumem assim uma dimensão solidária e difundem mensagens de apelo à solidariedade, à tolerância, à paz e à amizade crescer.

Tagged:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *