O artista João Alvim pintou os rostos das discretas figuras do terceiro plano dos “Painéis de São Vicente”, criados por Nuno Gonçalves, no século XV. O resultado dá agora origem a uma exposição de pintura que será inaugurada quinta-feira, 17 de setembro, no segundo piso do Mosteiro de Vicente de Fora, em Lisboa, pelas 18h00.

A mostra é designada “Olhares cruzados, palavras pressentidas”, e a sua sessão de inauguração é aberta ao público, estando prevista a a participação de Manuel Clemente, cardeal-patriarca de Lisboa, assim como de Saúl António Gomes, especialista em História Medieval e docente na Universidade de Coimbra.

Segundo os envolvidos na iniciativa, a exposição consiste numa nova abordagem, que sugere leituras alternativas dos “Painéis de São Vicente”. “O que nos quis mostrar o pintor Nuno Gonçalves? O retrato escondido de uma sociedade complexa, de um país endividado, com fortes tensões sociais e interesses divergentes? O que significa o alheamento dos personagens e dos seus olhares?”, questionam os envolvidos no projeto. A mostra ficará patente ao público até janeiro de 2021.

Tagged:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *