Foto: Diocese de Manzini

A princípio, quando numa reunião foi sugerida a oferta de telefonias à população, o bispo de Manzini, no reino de eSwatini (ex-Suazilândia), ainda ‘torceu o nariz’. Mas depois de ouvir as explicações dos leigos e perceber a diferença que um simples aparelho pode fazer no seio das famílias mais necessitadas e vulneráveis, José Ponce de León não hesitou: candidatou a diocese a um fundo disponibilizado pela Conferência Episcopal Italiana, mandou comprar os equipamentos e distribuí-os por cerca de 500 famílias de vários pontos do país. “Nunca pensei que um simples aparelho de rádio fosse tão necessário para os mais vulneráveis”, admitiu o bispo.

Localizada no sul do continente africano, a ex-Suazilândia passou a designar-se eSwatini, em abril de 2018, por decisão do rei Mswati III. Tem 1,1 milhões de habitantes, sendo cerca de 5,2 por cento cristãos. A única diocese é Manzini, liderada por Ponce de León (missionário da Consolata), que tem procurado identificar e responder rapidamente às necessidades geradas pela crise pandémica.

Quando a diocese ficou a saber que a Conferência Episcopal Italiana (CEI) disponibilizava fundos para países da África, o prelado pediu ajuda para definir as prioridades mais urgentes e foi-lhe sugerida compra de aparelhos de rádio. Inicialmente, a proposta causou estranheza. Mas as dúvidas dissiparam-se com a explicação: “O governo tem feito um excelente trabalho de sensibilização através dos diferentes meios de comunicação, tanto em siswati (língua local) como em inglês, mas se as pessoas não tiveram acesso a esses meios de comunicação, a mensagem não lhes chegará”.

Com esta explicação em mãos, os jovens fizeram visitas às famílias para falar sobre a Covid-19 e verificaram que, de fato, algumas não dispunham de um aparelho de rádio. “Como o nosso projeto visava os mais vulneráveis, era essencial descobrir se as informações do governo estavam a chegar até eles. A juventude não demorou muito para fazer uma lista de famílias que precisavam de rádio. E em julho conseguimos fornecer mais de 500 aparelhos em diferentes áreas do país, a partir da paróquia São Phillip”, explicou o bispo.

Tagged:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *