Edifício, em construção, da nova biblioteca | Foto: “Afetos com letras”

Em Bissassema, na Guiné-Bissau, a chuva “não dá tréguas”, mas a futura biblioteca da “Afetos com letras”, uma organização não governamental para o desenvolvimento (ONGD) portuguesa, “continua o seu caminho”, conforme destaca a associação, em comunicado.

Segundo a ONGD nacional, numa carpintaria local “começam a fazer-se portas, janelas, estantes, mesas e cadeiras, enquanto alguns milhares de livros aguardam em Bissau o momento de poderem navegar até ao destino final”. “Se tudo correr como desejamos, fica concluída até ao final do ano”, referem os envolvidos no projeto, destacando que esta “é mais uma biblioteca que visa levar afetos e letras às crianças e jovens guineenses”.

A construção da nova biblioteca conta com o apoio da Associação de Investigação e Promoção da Economia Social (AIPES), entre outros organismos. A organização “Afetos com letras” existe desde setembro de 2009, com o objetivo de “inverter o quadro de iliteracia existente na Guiné-Bissau”.

Tagged:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *