Um grupo de 84 sacerdotes, pertencentes à arquidiocese de Patna, no nordeste da Índia, decidiu abdicar de parte do salário durante o longo período de confinamento provocado pela pandemia, o que permitiu reforçar a assistência às famílias mais pobres e aos desempregados.

“Graças à generosidade dos sacerdotes, a Igreja Católica pode dar assistência a quem precisa, fabricar e distribuir máscaras de proteção e gel desinfetante e lançar programas de consciencialização sobre o coronavírus”, disse o diretor do Centro de Serviços Sociais arquidiocesano, padre Amal Raj, citado pela imprensa local.

Na arquidiocese de Patna, no Estado de Bihar, mais de 30 por cento dos habitantes vivem abaixo do limiar da pobreza e na região estima-se que mais de um milhão de trabalhadores migrantes internos que ficaram sem emprego por causa da crise pandémica.

Além do gesto solidário dos sacerdotes, a Igreja tem reforçado a ação da plataforma interdiocesana criada em 2014, através da qual os católicos podem participar ativamente nas obras de caridade. O serviço tem contribuído para o desenvolvimento socioeconómico da população, educação das crianças nos meios rurais, emancipação das mulheres e para ajudar as famílias migrantes em dificuldades, com a oferta de animais, como ovelhas, galinhas, patos e gansos.

Tagged:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *