Bairro
Foto: Mário Cruz / Lusa

O Programa Bairros Saudáveis, criado este mês para incentivar e dinamizar parcerias e intervenções locais de promoção da saúde e da qualidade de vida das comunidades, está a preparar um site com toda a informação para consulta pública e submissão de candidaturas, estimando-se a aprovação de pelo menos duas centenas de projetos.

“Queremos ter um site do programa a funcionar ainda no mês de agosto. Vamos pôr toda a informação e será a partir do site que vamos lançar a consulta pública, em que as pessoas podem contactar. Vamos começar a construir possibilidades de projetos e explicar como é que se fazem projetos, para depois quando abrir o concurso, que também é através do site, as pessoas poderem fazer as candidaturas”, explicou à agência a coordenadora do programa, Helena Roseta.

Criado a 2 de julho, com uma dotação de 10 milhões de euros a executar até finais de 2021, o Programa Bairros Saudáveis visa incentivar a melhoria da qualidade de vida das comunidades, através do apoio a projetos apresentados por associações, coletividades, organizações não governamentais, movimentos cívicos e organizações de moradores, em colaboração com as autarquias e as autoridades de saúde.

Os projetos a candidatar podem ser pequenas intervenções (até 5.000 euros), serviços à comunidade (até 25.000) ou projetos integrados (até 50.000 euros), que têm de ser executados até ao final de 2021. “O máximo que cada projeto pode ter de financiamento é de 50 mil euros. O programa tem 10 milhões de euros, o que a dividir por 50 mil euros dá 200 projetos. Se forem projetos mais pequenos, serão mais”, sublinhou Helena Roseta, adiantando que espera iniciar a fase de candidaturas em outubro.

Tagged:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *