mulher africa
Foto: Wilhan José Gomes

As identidades e culturas moçambicanas vão estar em foco num ciclo de conversas constituído por quatro sessões online, e que está delineado para se tornar num “espaço de reflexão e troca de experiências, que vai abordar áreas como a literatura, artes plásticas, artesanato, teatro e cinema”.

As sessões acontecem a 20 e a 30 de julho, assim como a 20 e a 25 de agosto. As conversas digitais vão debruçar-se sobre estratégias culturais, o papel das associações culturais, o “ser artista hoje em Moçambique”, e a diáspora e a “identidade vivida por fora”, respetivamente.

Para que esta iniciativa fosse possível, a Fundação Fé e Cooperação (FEC) e a Associação Khandlelo associaram-se à Fundação Fernando Leite Couto. O ciclo de conversas acontece no âmbito do projeto ‘Raízes e cultur@’, financiado pela União Europeia e pelo Camões, I.P. As pessoas interessadas em participar devem proceder à sua inscrição online.

Tagged:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *