caminho de santiago

Um grupo de caminheiros parte da Sé do Porto este sábado, 11 de julho, rumo à Catedral de Santiago de Compostela, onde deverão chegar a 24 julho. Na manhã desta sexta-feira, 10, é benzida na Sé do Porto a mochila com ‘A luz do caminho’, no decorrer de uma Eucaristia, em que a luz será acesa para, “de forma simbólica, o grupo português, dar início a esta caminhada”.

 

O grupo de caminheiros trilha “com regularidade” o ‘Caminho de Santiago’, e parte na madrugada de sábado, de maneira a poder unir-se ao grupo que faz o caminho francês, e a entrarem juntos em Santiago de Compostela, a 24 de julho. “A ideia é que a mochila com ‘A luz do caminho’ não pare, chegando à praça do Obradoiro com a luz acesa, para depois entrarem e serem benzidas, ambas as mochilas, na Catedral de Santiago”, explicam os envolvidos na iniciativa, em comunicado.

 

Além de uma luz acesa a mochila conta com um spray desinfetante, que deverá ser utilizado antes e depois de cada passagem de mochila, assim como máscaras que os peregrinos deverão utilizar quando caminharem acompanhados, de forma a evitar o contágio pela Covid-19.

 

Os caminheiros pretendem desta forma “homenagear os que trabalharam e os que caíram durante a pandemia”, mais especificamente aqueles que com “o seu trabalho e dedicação se entregaram às suas causas e profissões sem parar de trabalhar, não esquecendo aqueles que desapareceram devido à pandemia”.

Tagged:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *