Rádio
Foto: Joseph Kebbie

A Rádio Católica da Costa do Marfim, conhecida como “A voz do Evangelho”, viu-se obrigada a suspender a emissão, em consequência do agravamento da sua situação financeira provocada pela pandemia do novo coronavírus. Os cerca de 30 colaboradores a estação receberam um plano social e aguardam agora pelos resultados de uma campanha de angariação de fundos para saberem se podem regressar ao trabalho.

“A situação financeira da rádio requer que se tomem decisões sobre o seu futuro. Por isso, em cumprimento de tudo o que exige o Estado, optou-se, com mágoa, pela suspensão do trabalho, sem remuneração”, anunciou o secretário executivo da Comissão Episcopal para os Meios de Comunicação, padre Augustin Obrou.

De acordo com o sacerdote, citado pela agência Fides, foi decidido iniciar uma campanha de recolha de fundos entre os fiéis católicos, ouvintes da rádio e pessoas de boa vontade, com o objetivo de distribuir os recursos financeiros “equitativamente por cada empregado”.

Se a importância angariada for suficiente, que é a esperança dos promotores, a emissora poderá retomar as transmissões de uma rádio que foi fundada em 2001, transmitia 24 horas por dia e era considerada uma importante ferramenta missionária, ao serviço da evangelização e da promoção humana.

Tagged:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *