UE Activa

A equipa do programa ‘UE-Ativa – Intensificação e valorização da agricultura’, em vigência na Guiné-Bissau, tem-se dedicado a prestar apoio às associações de agricultores espalhadas pelas regiões de Bafatá, Quinara e Tombali. Mutaro Cumpon, presidente da Associação de Agricultores de Imberem (AJAI), mostra-se bastante satisfeito com a iniciativa.


“Deram-nos materiais para combatermos esta doença e os técnicos do projeto explicaram-nos quais são os cuidados a ter. Depois disso ficámos com uma ideia mais clara do que estamos a enfrentar, porque se não fosse tão grave não iríamos parar de ir à mesquita ou ter outras atividades suspensas. Por isso, mobilizámo-nos em torno desta luta, lavando sempre as nossas mãos com água e sabão, usando máscaras e evitando aglomerações”, explicou o responsável.

 

De acordo com a equipa do programa ‘UE-Ativa’, “todas as associações” daquelas regiões guineenses “receberam, baldes, sabão, máscaras, cartazes e panfletos com mensagens de sensibilização e de prevenção contra a Covid-19”. Esta iniciativa chegou até um “total de 144 tabancas”.

Tagged:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *