Santuário de Fátima
Foto: Santuário de Fátima

Perante a atual pandemia, “temos medo da doença, medo dos outros, que nos podem contagiar, medo da crise que se vislumbra e da qual já sentimos os efeitos”, disse Carlos Cabecinhas, sacerdote e reitor no Santuário de Fátima, na Eucaristia a que presidiu no recinto de oração do templo mariano, na manhã do último domingo, 21 de junho.

“O que tínhamos por seguro e inabalável aparece, agora, posto em causa, o que nos provoca insegurança e nos deixa assustados e temerosos em relação ao presente e ao futuro… E não há nada que paralise tanto como o medo”, acrescentou o responsável, lembrando que Cristo convida “à confiança porque só a confiança nos permite vencer o medo”. Carlos Cabecinhas destacou depois que a Mensagem de Fátima é “fundamentalmente uma mensagem de esperança e, por isso, um apelo à confiança, a vencermos os nossos medos.”

De acordo com os serviços de comunicação do Santuário de Fátima, neste domingo os fiéis “voltaram a estar presentes no recinto de oração, mas cumprindo o respeito integral das regras de segurança e distanciamento social”. Apesar deste ser um espaço ao ar livre, o templo da Cova da Iria destaca que os peregrinos “têm mantido o uso da máscara e preservado o distanciamento físico entre si, seja durante as celebrações seja durante as visitas aos espaços de culto, oração ou museológicos, respeitando as indicações dos inúmeros acolhedores com que o santuário conta para o acolhimento diário”.

Tagged:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *