Cantina Social
Foto: Miguel A. Lopes / Lusa

A Fundação Eugénio de Almeida, localizada em Évora, procedeu à criação de um ‘Fundo financeiro extraordinário’, constituído pelos seus “capitais próprios”, e cujo objetivo é “responder aos problemas emergentes da pandemia”, conforme explica a instituição, em comunicado.

O fundo recém-criado “será aplicado ao longo do próximo ano e tem uma componente assistencial de ajudas diretas e uma componente operacional através de vários projetos em complementaridade com outras entidades públicas e privadas”, adianta a fundação.

A iniciativa visa dar resposta aos “principais problemas identificados num diagnóstico de necessidades e impacto social realizado em colaboração com a Universidade de Évora que será monitorizado ao longo deste período para acompanhar de forma dinâmica a evolução do contexto socioeconómico”.

Esta reposta social prevê um vasto leque de intervenções sociais, de que são exemplo a ajuda alimentar, financeira, apoio à comunidade artística e a organizações sociais, estimulo à contratação de pessoas em situação de desemprego, subvenções a Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS), incentivos para projetos de empreendedorismo, apoio na área da educação, e, entre outros, ajuda a crianças desfavorecidas do Alentejo.

Tagged:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *