O arranque do próximo ano letivo vai ficar marcado, no sul de Portugal, pela oferta de livros dedicados às alterações climáticas. A publicação ‘Climaat 100’ e o seu ‘Caderno de atividades’ incidem sobre as alterações climáticas em Loulé e têm como objetivo “alertar e informar de forma clara e divertida os alunos do primeiro ciclo do concelho para a problemática das alterações climáticas, com grande enfoque no território concelhio”, explicam os serviços de comunicação municipais.

Os dois manuais visam proporcionar aos mais novos um “maior conhecimento sobre as vulnerabilidades e impactos atuais e futuros, para melhor prepararem o presente e o futuro do planeta”, destacam os responsáveis pela iniciativa, adiantando que face à atual pandemia a “educação e a ação climática continuam a ser os pilares fundamentais da estratégia de desenvolvimento local e um dos grandes desígnios da política pública municipal, por um futuro melhor”.

Vítor Aleixo, presidente do município de Loulé, destaca a importância desta iniciativa. “Investir na educação e no ambiente é (…) uma aposta essencial e o caminho certo por um futuro melhor, mais sustentável e consequentemente com gerações mais conscientes e felizes”, afirma o responsável, em comunicado.

Os livros são o resultado trabalho do município de Loulé na implementação da ‘Estratégia municipal de adaptação às alterações climáticas’, e foram lançados no âmbito do Dia Mundial da Criança, celebrado a 1 de junho. A sua distribuição fica adiada para setembro, devido ao atual encerramento das escolas na sequência da pandemia provocada pela Covid-19.

Tagged:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *