Os espaços museológicos do Santuário de Fátima abrem ao público na próxima terça-feira, 19 de maio, com “novos horários e regras de higiene e segurança bem definidas”, seguindo assim o “calendário estabelecido pelas autoridades”, referem os serviços de comunicação do templo da Cova da Iria.

Assim, a partir de 19 de maio, volta a ser possível visitar a exposição permanente do Museu do Santuário, designada ‘Fátima luz e paz’, que “conta a partir de agora com a exposição da ‘Rosa de ouro’ oferecida pelo Papa Francisco aquando da peregrinação que fez à Cova da Iria”, em 2017. Passará também a ser possível visitar as Casas de São Francisco e Santa Jacinta Marto, da Irmã Lúcia e a Casa-Museu de Aljustrel, assim como a exposição temporária ‘Vestida de branco’, patente no piso inferior da Basílica da Santíssima Trindade.

De portas abertas aos peregrinos estão também os espaços de atendimento, lojas e os espaços litúrgicos, ainda que “sem celebrações comunitárias e sem a presença física de peregrinos, em conformidade com as orientações da Conferência Episcopal e as orientações do governo para o desconfinamento progressivo”.

Para esta reabertura gradual, os responsáveis pelo santuário mariano estabeleceram “estritas medidas de prevenção do contágio da Covid-19, com indicações e recomendações relativas à higienização dos espaços, higiene pessoal, etiqueta respiratória, distanciamento físico, monitorização dos sintomas e proteção individual, junto dos seus colaboradores e nos diversos espaços informativos ao peregrino”. O templo da Cova da Iria tem vindo a retomar, de forma progressiva, a sua atividade, desde o passado dia 4 de maio, através da “implementação de medidas de prevenção ao contágio da Covid-19”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *