Está aprovada a ação ‘Cost Net4AgeFriendly – International Interdisciplinary Network on Smart Healthy Age-friendly Environments’, numa candidatura liderada pela Cáritas Diocesana de Coimbra, num trabalho conjunto com a AFEdemy (Holanda) e uma rede de investigadores oriundos de 47 países, na sequência do trabalho destas organizações na Rede Shafe. Carina Dantas, diretora de Inovação da Cáritas de Coimbra, investigadora e líder da proposta, explica em que consiste a iniciativa.

“Esta ação pretende promover a inclusão social, a vida independente e o envelhecimento ativo e saudável na continuidade e alargamento do trabalho da Rede Shafe, com o objetivo de superar a fragmentação e várias lacunas críticas que ainda existem, tanto ao nível conceptual como pragmático da inovação, para enfrentar os desafios políticos e de investigação na Europa. A atual pandemia da Covid-19 irá trazer consequências sociais e económicas que poderão agravar a qualidade de vida dos mais vulneráveis e, neste sentido, a ação ‘Net4AgeFriendly’ poderá trazer propostas inovadoras para a sua mitigação e será essencial para manter estas áreas como prioridade na agenda política”, explica a responsável, em comunicado.

A ação ‘Net4AgeFriendly’deverá iniciar no segundo semestre de 2020, devendo depois prolongar-se durante quatro anos. Para esta proposta, a rede reuniu 136 investigadores de 47 países – 39 na Europa e oito a nível internacional – entre eles os Estados Unidos da América, México, Canadá, Brasil, Japão, Austrália, Geórgia e Ucrânia. A quantidade de países participantes “poderá aumentar ao longo do primeiro ano de funcionamento durante o qual qualquer investigador se poderá associar”, adianta a Cáritas de Coimbra.

Tagged:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *