Os elementos do agrupamento de escuteiros 722, de Santiago do Cacém, região de Beja, têm levado a cabo “algumas ações de apoio à comunidade”, em articulação com a paróquia e com a Proteção Civil Municipal. O objetivo é ajudar a população a lidar com a atual pandemia.

 

Uma dessas iniciativas envolveu a “entrega de desinfetante” ao Lar de Idosos da Casa do Povo da Abelas e aos Bombeiros Mistos de Santiago do Cacém. Aos soldados da paz, os escuteiros de Santiago do Cacém deixaram ainda uma máquina de lavar roupa.

 

A pensar nas famílias mais desfavorecidas da região, os escuteiros ofereceram bens alimentares à conferência vicentina da paróquia. Os alimentos doados serão utilizados para criar cabazes destinados às pessoas mais carenciadas.

 

Ao longo dos próximos dias irá proceder-se à “entrega de cabazes às famílias carenciadas do concelho, e ainda à entrega de mais desinfetante no Centro de Saúde de Santiago do Cacém”, explicam os promotores destas ações solidárias, em comunicado.

Tagged:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *