O Instituto Nacional de Gestão de Calamidades Naturais (INGC) anunciou que vai retomar esta semana a distribuição de alimentos a cerca de 200 mil pessoas vítimas da fome, na província moçambicana de Gaza. A ajuda humanitária havia sido interrompida o mês passado devido às restrições impostas para evitar a disseminação da Covid-19.

O processo de distribuição de víveres, coordenado pelo INGC, conta com o envolvimento de parceiros do governo, como o Programa Alimentar Mundial (Pam) e a Visão Mundial, e abrange os distritos de Massangena, Chicualacuala, Mapai, Chigubo, Guijá, Chibuto e Mandlakazi.

Em declarações à imprensa local, o delegado do INGC em Gaza, Manuel Maxaieie, informou que a distribuição de alimentos vai obedecer as regas de prevenção da pandemia do coronavírus, nomeadamente a desinfeção das mãos e o distanciamento social, durante a entrega dos kits alimentares.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *