vítimas do acidente de Tchernobyl recordadas pelo Papa, vinte anos depois da tragédia. Energia nuclear deve ser usada ao serviço da paz e do bem.
vítimas do acidente de Tchernobyl recordadas pelo Papa, vinte anos depois da tragédia. Energia nuclear deve ser usada ao serviço da paz e do bem. No vigésimo aniversário da tragédia de Tchernobyl, Bento XVI recordou as vítimas, em particular por aqueles que possuem sinais deste desastre no corpo.
O Papa pediu ainda aos responsáveis que a energia nuclear seja “colocada ao serviço da paz, no respeito pelas necessidades do homem e as exigências da natureza”.
O Sumo Pontífice agradeceu a todas as famílias, comunidades cristãs e associações civis que, ao longo destes 20 anos se dedicaram a tratar das vítimas deste acidente, em particular das crianças.
Há 20 anos, a explosão do reactor número quatro da central nuclear de Tchernobyl, na Ucrânia, provocou o mais grave acidente industrial e ambiental da história da humanidade. a radioactividade produzida na explosão atingiu a Rússia, a Europa ocidental e oriental, a Escandinávia atingindo também a américa do Norte.
Muitas vidas humanas se perderam e os sobreviventes continuam a sofrer os resquí­cios desta explosão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *