a delegação portuguesa do apostolado Mundial de Fátima participou na cerimónia de aprovação do movimento de difusão da mensagem de Fátima, em Roma, a 3 de Fevereiro passado.
a delegação portuguesa do apostolado Mundial de Fátima participou na cerimónia de aprovação do movimento de difusão da mensagem de Fátima, em Roma, a 3 de Fevereiro passado. O movimento do apostolado Mundial de Fátima (aMF) foi constituído em associação internacional pública de fiéis com o decreto Pontifício, que lhe foi entregue a 3 de Fevereiro passado, em Roma, pelo arcebispo Stanislaw Rylko, presidente do Conselho Pontifício para os Leigos.
Presentes na cerimónia de entrega do decreto, com data de 7 de Outubro de 2005, representantes de 14 países, em nome da associação, comprometem-se “a ser fiéis testemunhas da fé Católica na suas famílias, no seu trabalho, nas suas paróquias e comunidades, participando assim na Nova Evangelização”.
Depois de agradecer a aprovação, o presidente da associação afirmou que “o aMF orientará a sua acção para a formação de leigos através da difusão da mensagem de Fátima e da sua profunda espiritualidade”. Por seu lado, o arcebispo Rylco adiantou: “Hoje começa uma nova etapa na história do apostolado Mundial de Fátima e estabelece-se uma ligação mais forte com a Sé de Pedro”.
a delegação portuguesa esteve representada pelo bispo de Leiria-Fátima, Serafim Silva, pelo reitor do Santuário de Fátima, Luciano Guerra, o vice-postulador para a causa de canonização dos beatos Francisco e Jacinta Marto, Luís Kondor, o assistente nacional do Movimento da Mensagem de Fátima, Manuel antunes e os secretários do movimento, Nuno Prazeres e ana Reis.
Membros do apostolado Mundial de Fátima reuniram-se em Roma, nos dias que precederam a cerimónia, num congresso internacional para aprofundar a mensagem de Fátima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *