Um jornalista chinês, detido por subversão depois de escrever artigos sobre corrupção, foi libertado um ano mais cedo.
Um jornalista chinês, detido por subversão depois de escrever artigos sobre corrupção, foi libertado um ano mais cedo. Jiang Weiping reuniu-se com a sua família depois do tribunal de Dalian, no nordeste da China, comutar o último dos seis anos de pena. O jornalista cumpriu cinco anos de prisão.
a Fundação Dui Hua, com sede nos Estados Unidos, afirma que ele foi libertado por bom comportamento. Porém, pode ser visto como um gesto de boa vontade em preparação à esperada visita do presidente Hu Jintao aos Estados Unidos. Esta visita estava planeada para Setembro 2005, mas foi cancelada devido às consequências do furacão Katrina.
“Claramente, Hu jintao está a planear uma visita aos Estados Unidos num futuro próximo e o governo norte-americano provavelmente deixou claro que espera algum tipo de gestos ao nível dos direitos humanos”, disse Joshua Rosenzweig, investigador da Dui Hua, à agência Reuters.
a sentença de Jiang foi lida a Junho de 2001 sendo acusado de ilegalmente revelar segredos do estado e incitar à subversão. O jornalista tinha escrito vários artigos sobre alegados casos de corrupção que envolvem altos funcionários do governo, incluindo o governador provincial Bo Xilai, agora ministro comércio da China.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *