Os partidos da oposição convocaram uma greve geral na capital do Nepal, Kathmandu, em protesto contra a morte de 12 pessoas provocada pelos tiros de um soldado.
Os partidos da oposição convocaram uma greve geral na capital do Nepal, Kathmandu, em protesto contra a morte de 12 pessoas provocada pelos tiros de um soldado. Escolas, lojas e fábricas fecharam e muitos veículos ficaram fora das estradas todo o dia 16 de Dezembro. a oposição alega que o governo é responsável pelo que aconteceu. Por seu lado as autoridades acusam a oposição de aproveitar politicamente a tragédia.
Um soldado nepalês abriu fogo sobre a multidão durante um festival religioso perto de Kathmandu, matando 12 pessoas e ferindo 19. O exército e o governo já anunciaram investigações. Segundo o exército, o soldado, que usava roupas civis, também morreu, mas nada está claro. as testemunhas afirmam que ele disparou indiscriminadamente contra a multidão, depois de discutir com eles.
Muitos dos feridos estão gravemente feridos. activistas dos direitos humanos, que estiveram no local, afirmam que entre as vítimas estão idosos, mulheres e crianças. além disso, alegam que os disparos não foram provocados.
as forças armadas do Nepal, frequentemente acusadas de atentar contra os direitos humanos, prometeram punir os soldados que cometam excessos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *