ao longo de duas semanas, o Fórum sobre assuntos indígenas vai reunir milhares de participantes em Nova Iorque, para debater assuntos relacionados com os jovens, o suicí­dio e os direitos humanos
ao longo de duas semanas, o Fórum sobre assuntos indígenas vai reunir milhares de participantes em Nova Iorque, para debater assuntos relacionados com os jovens, o suicí­dio e os direitos humanos a 14a sessão do Fórum Permanente sobre assuntos Indígenas, promovida pela Organização das Nações Unidas (ONU), inicia esta segunda-feira, 20 de abril. O encontro, que terá a duração de duas semanas, vai realizar-se na sede da ONU, em Nova Iorque (Estados Unidos da américa). a iniciativa vai reunir mais de mil representantes de vários grupos indígenas.
Na primeira semana, os participantes vão discutir temas ligados à Conferência Mundial sobre os Povos Indígenas, realizada em setembro do último ano. Entre os assuntos principais estão questões relacionadas com a juventude, automutilação e o suicídio. Também em foco vai estar o protocolo opcional da Declaração das Nações Unidas sobre os Direitos dos Povos Indígenas e a agenda de desenvolvimento pós-2015, com âmago na alimentação, fome e doenças. Na segunda semana serão debatidos os direitos humanos dos povos indígenas.
além disso, foram organizados mais de 80 eventos paralelos, informa a Rádio das Nações Unidas. Os povos indígenas representam 15 por cento da população mais pobre do mundo e aproximadamente um terço dos 900 milhões de pessoas que vivem em zonas rurais e são qualificadas como extremamente pobres. De acordo com a ONU, a população indígena mundial deve chegar a 370 milhões, sendo que mais de 70 milhões são jovens com idades compreendidas entre os 15 e 24 anos.