a Comissão Eleitoral do Quénia decidiu que o referendo popular sobre a proposta de nova Constituição do país vai ter lugar na segunda feira 21 de Novembro.
a Comissão Eleitoral do Quénia decidiu que o referendo popular sobre a proposta de nova Constituição do país vai ter lugar na segunda feira 21 de Novembro. Decidiu também que para evitar confusões os cidadãos que aprovam a proposta de Constituição marcarão o seu voto junto ao desenho duma banana, enquanto os que desaprovam vão marcá-lo ao lado duma laranja.
Embora o referendo esteja ainda distante, a luta política começou imediatamente com comícios pelo sim e pelo não, acompanhados quase todos eles por cenas de solene pancadaria.
Para já os únicos a ganhar com a situação são os vendedores de bananas e laranjas, visto que em cada comício há distribuição gratuita da respectiva fruta por parte dos organizadores.
Dir-se-ia que é uma charada se o assunto não fosse tão sério.
Sobre um assunto em que o povo se deve pronunciar segundo consciência e não pela linha partidária, os partidos tomam posições claras a favor ou contra não deixando margem para o diálogo ou para o estudo da proposta de lei fundamental.
aqui na nossa igreja vamos distribuir no domingo 2200 cópias do documento convidando os paroquianos a ler e reflectir. Teremos também duas sessões de formação sobre os conteúdos do texto.
Dado que o ambiente político está a aquecer creio que vou ter ampla oportunidade nestes meses de informar sobre os próximos desenvolvimentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *