Entusiasmo e simplicidade marcaram a chegada do Papa Francisco ao Brasil. O Santo Padre saudou os presentes, agradeceu o acolhimento e pediu licença para passar a semana no país
Entusiasmo e simplicidade marcaram a chegada do Papa Francisco ao Brasil. O Santo Padre saudou os presentes, agradeceu o acolhimento e pediu licença para passar a semana no paísO Papa Francisco já está no Brasil para participar na Jornada Mundial da Juventude. No seu primeiro discurso, feito em português, o Santo Padre demonstrou alegria por voltar à américa Latina. O Sumo Pontífice saudou os presentes, agradeceu o generoso acolhimento e pediu licença para passar a semana no país. Não tenho ouro nem prata, mas trago o que de mais precioso me foi dado: Jesus Cristo, afirmou.
Francisco reforçou a vontade de se encontrar com os jovens vindos de todas as partes do mundo, atraídos pelos braços abertos do Cristo Redentor. a presidente do Brasil, Dilma Rousseff, também deu as boas-vindas ao Papa Francisco e disse que o país lusófono e a Igreja Católica lutam contra um inimigo comum: a desigualdade, em todas as suas formas.
a chegada do Papa Francisco ao Rio de Janeiro, aconteceu segunda-feira, 22 de julho, pouco antes das 16h00 (hora local) e foi marcada pela simplicidade da cerimónia e também pelo entusiasmo das pessoas que queriam ver, tocar, pedir uma bênção ou entregar uma mensagem ao Santo Padre.
No último domingo, 21 de julho, agentes de segurança encontraram uma bomba caseira dentro de uma casa de banho do Santuário Nacional de Nossa Senhora de aparecida, que receberá a visita do Papa na próxima quarta-feira, 24. O engenho foi encontrado durante um treino das forças de segurança, revelou ontem a Polícia Militar de São Paulo.
De acordo com as autoridades, o engenho era feito com cano plástico e fita adesiva e tinha baixa potência. O Grupo de ações Táticas Especiais da corporação detonou a bomba. a polícia afirmou ainda, em comunicado, que a bomba estava num local em que os fiéis não utilizarão durante a visita papal.