No centro «El comedor», no México, um grupo de religiosas acolhe pessoas expulsas de solo norte-americano e oferece-lhes refeições e tranquilidade
No centro «El comedor», no México, um grupo de religiosas acolhe pessoas expulsas de solo norte-americano e oferece-lhes refeições e tranquilidade Em Nogales, uma pequena cidade mexicana a pouca distância da fronteira com os Estados Unidos da américa, algumas religiosas da Missão da Eucaristia acolhem no centro El comedor – que em português significa a sala de jantar – pessoas expulsas de território norte-americano como imigrantes ilegais. Financiado pela Companhia de Jesus, o espaço oferece a tantos repatriados apoio espiritual e duas refeições gratuitas ao dia e ainda proporciona descanso e tranquilidade. a irmã Rosalba Ramos é uma das responsáveis pelo El comedor.

O meu desejo de trabalhar com os mais necessitados surgiu de modo forte depois de uma belíssima experiência com os indígenas Tarahumara nas montanhas do estado de Chihuahua, explicou. Estar ao lado deles lembra-me a minha infância e do quanto a minha família também era pobre, disse, em declarações à Rádio Vaticano. Só no último ano foram repatriadas cerca de 50 mil pessoas, das quais grande parte passou por Nogales.