a ajuda humanitária já chegou até aos deslocados do Sudão do Sul que se tinham escondido em pântanos, devido aos confrontos no país
a ajuda humanitária já chegou até aos deslocados do Sudão do Sul que se tinham escondido em pântanos, devido aos confrontos no país as Nações Unidas e os seus parceiros humanitários no Sudão do Sul conseguiram pela primeira vez, este ano, aceder à província de Pibor, onde milhares de pessoas estavam escondidas em pântanos. aos deslocados prestaram cuidados médicos urgentes e ofereceram bens alimentares e cobertores.
O acesso, alcançado no último fim de semana, é um avanço significativo, principalmente porque a temporada de chuvas já começou e deve permanecer até dezembro, o que aumenta as dificuldades enfrentadas pelas famílias do Sudão do Sul, explicou Toby Lanzer, coordenador humanitário da Organização das Nações Unidas (ONU) no país.
Os combates entre as forças governamentais e grupos armados em Jonglei têm deslocado milhares de civis desde janeiro. Num comunicado enviado aos serviços de comunicação da ONU, Toby Lanzer pede ao governo do Sudão do Sul e aos líderes locais e nacionais que interrompam o ciclo de violência que está a provocar o sofrimento da população no país.