a paquistanesa Malala Yousafzai vai fazer o seu primeiro discurso público sobre a importância da educação para as crianças, no dia em que comemora o 16. º aniversário
a paquistanesa Malala Yousafzai vai fazer o seu primeiro discurso público sobre a importância da educação para as crianças, no dia em que comemora o 16. º aniversário Nove meses depois de ter sido baleada na cabeça por um talibã, ao sair de um autocarro escolar, no Paquistão, Malala Yousufzai vai fazer o seu primeiro discurso público esta sexta-feira, 12 de julho, nas Nações Unidas, enquanto símbolo da educação para todas as crianças paquistanesas.
No dia em comemora o 16. º aniversário, Malala deverá usar a sua intervenção, na assembleia das Nações Unidas, para sensibilizar Ban Ki-moon, secretário-geral da ONU, e outros líderes mundiais para cumprirem a promessa da educação primária universal até ao final de 2015.
a aluna paquistanesa vai entregar uma petição a Ban Ki-moon com mais de 330 mil assinaturas solicitando aos estados-membros das Nações Unidas financiamento dos professores, escolas e livros para cumprir a meta da educação. Desde o dia do terrível tiroteio, Malala Yousufzai é um símbolo dos direitos das raparigas e dos direitos de todos os jovens para uma educação, sublinhou Martin Nesirky, porta-voz da ONU, citado pela agência Lusa.
as Nações Unidas estimam que 57 milhões de crianças em idade escolar não tenham acesso à educação, metade delas em países em conflito. a jovem construiu uma rede de apoiantes global após descrever a ansiedade que ela e colegas sentiam ao ver estudantes a desistir da escola com medo de serem alvos de ataques.