a antropóloga Maria Rosa Poggio escreveu um livro dirigido aos jovens que vão participar na Jornada Mundial da Juventude. No manual, a autora desafia os leitores a continuarem a «aventura» dos primeiros evangelizadores
a antropóloga Maria Rosa Poggio escreveu um livro dirigido aos jovens que vão participar na Jornada Mundial da Juventude. No manual, a autora desafia os leitores a continuarem a «aventura» dos primeiros evangelizadoresMaria Rosa Poggio, antropóloga, publicou um livro com o título Eu quero-te a ti – chamamento e missão, a aventura dos doze continua, destinado aos jovens que vão participar na Jornada Mundial da Juventude. O novo manual, publicado através da Livraria Editora Vaticana, descreve os aspetos da vida dos companheiros mais próximos de Jesus.
através desta publicação, a autora espera fazer com que os jovens desejem prosseguir a aventura dos primeiros evangelizadores. O problema é que hoje deduz-se que o anúncio (de Cristo) deve ser feito pelos adultos, pelos padres, pelas freiras, por qualquer um que está investido de um ministério, mas esta missão diz respeito a todos, especialmente aos jovens, afirmou, em declarações à Rádio Vaticano.
O livro foi escrito para leitores com idades entre os 16 e os 25 anos, e foi publicado e traduzido a tempo de poder seguir nas malas dos jovens portugueses que vão participar no evento mundial, que irá decorrer no Rio de Janeiro, de 23 a 28 de julho, com o tema Ide e fazei discípulos de todos os povos.