as novas infeções pelo HIV entre crianças reduziram-se em 50 por cento ou mais em sete países da África subsariana, revelou a agência das Nações Unidas que lidera uma resposta global à sida
as novas infeções pelo HIV entre crianças reduziram-se em 50 por cento ou mais em sete países da África subsariana, revelou a agência das Nações Unidas que lidera uma resposta global à sida África do Sul, Botswana, Etiópia, Gana, Malawi, Namíbia e Zâmbia têm reduzido as novas infeções pelo HIV entre as crianças para metade, desde 2009, enquanto a Tanzânia e Zimbabwe também estão a fazer progressos substanciais. Esta tendência está de acordo com o último relatório de progresso do Plano Global para a eliminação de novas infeções pelo HIV entre crianças até 2015, mantendo as mães destas crianças vivas, como define o referido Plano Global, que foi lançado em julho de 2011 na reunião das Nações Unidas Geral sobre sida. O plano tem duas metas principais para 2015: 90 por cento de redução no número de crianças infetadas com o HIV e 50 por cento de redução no número de mortes maternas relacionadas com a sida.