No Dia Mundial do Meio ambiente, Ban Ki-moon, secretário-geral das Nações Unidas, afirmou que o desperdí­cio de alimentos é «uma ofensa para os que têm fome»
No Dia Mundial do Meio ambiente, Ban Ki-moon, secretário-geral das Nações Unidas, afirmou que o desperdí­cio de alimentos é «uma ofensa para os que têm fome» a Mongólia é a sede das comemorações do Dia Mundial do Meio ambiente, assinalado esta quarta-feira, 5 de junho. Numa mensagem alusiva à data, Ban Ki-moon, secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), afirmou, segundo a Rádio ONU, que é importante procurar soluções para a enorme perda de alimentos que acontece em vários países. Para este responsável, o desperdício chega a ser uma ofensa para os que têm fome e representa um custo enorme para o meio ambiente, em termos de energia, terra e água.
além disso, os alimentos não consumidos contribuem também para o esbanjamento de combustível utilizado na produção e transporte destes, destacaram os responsáveis pelo Programa das Nações Unidas para o Meio ambiente (PNUMa), recordando que anualmente são desperdiçados 1,3mil milhões de toneladas de alimentos. Segundo o PNUMa, um terço da comida produzida no mundo vai parar às lixeiras dos consumidores, vendedores, agricultores e transportadores. Estas perdas seriam suficientes para alimentar 870 milhões de pessoas.