a força especial de intervenção das Nações Unidas mandatada para controlar as milícias rebeldes já começou a patrulhar a zona de conflito, no leste do país
a força especial de intervenção das Nações Unidas mandatada para controlar as milícias rebeldes já começou a patrulhar a zona de conflito, no leste do país a cidade de Goma, a maior do leste da República Democrática do Congo, já está a ser patrulhada, de dia e de noite, por cerca de 870 militares da brigada especial de intervenção da ONU, revelou o porta-voz da organização, Martin Nesirky. O contingente faz parte de um total de 3. 500 homens que irão compor a força. a brigada foi a primeira a receber autorização do Conselho de Segurança da ONU para efetuar operações ofensivas, se for necessário. as Nações Unidas também anunciaram a intenção de usar aviões drones nestas regiões do país para monitorizar as forças rebeldes e impedir qualquer tipo de ajuda através das fronteiras.