Será o primeiro í­ndio da amazónia a subir ao pico mais alto das ilhas britânicas. Vai integrado numa equipa de alpinistas, apoiada por uma organização de defesa dos povos indígenas
Será o primeiro í­ndio da amazónia a subir ao pico mais alto das ilhas britânicas. Vai integrado numa equipa de alpinistas, apoiada por uma organização de defesa dos povos indígenas Um índio Yawanawá, de 26 anos, natural do Brasil, está prestes a tornar-se no primeiro indígena da amazónia a subir a Ben Nevis, o pico mais alto das ilhas britânicas. Nixiwaka vai escalar a montanha, na Escócia, para sensibilizar a comunidade internacional para a difícil situação da tribo awá, considerada uma das mais ameaçadas do mundo, informou a Survival Internacional, uma organização não governamental de defesa dos povos indígenas. Segundo os responsáveis da Survival, a situação é particularmente crítica para os 100 awá isolados, que enfrentam o perigo de extinção devido à invasão ilegal de sua floresta. Tribos isoladas, como os awá, dependem inteiramente da floresta para sua sobrevivência e são vulneráveis a doenças trazidas por forasteiros – uma simples constipação pode matá-los. Estou muito emocionado. É uma ótima forma de dar a conhecer os problemas que meus irmãos enfrentam, declarou Nixiwaka, sublinhando que perto da sua comunidade, no oeste brasileiro, alguns índios isolados também enfrentam sérias ameaças, à medida que os madeireiros ilegais vão avançando na floresta, junto à fronteira com o Peru. Na escalada ao Ben Nevis, o jovem índio será acompanhado por uma equipa de 15 elementos da Survival.