O secretário-geral das Nações Unidas expressou a sua extrema preocupação pelos intensos combates na Síria e o aumento do risco de alastramento do conflito ao Líbano. Ban Ki-moon exortou todas as partes a encontrarem uma solução Política para a crise
O secretário-geral das Nações Unidas expressou a sua extrema preocupação pelos intensos combates na Síria e o aumento do risco de alastramento do conflito ao Líbano. Ban Ki-moon exortou todas as partes a encontrarem uma solução Política para a crise O secretário-geral [da ONU] está profundamente preocupado com a reconhecida maior participação nos combates na Síria do Hezbollah, bem como pelo risco de alastramento ao Líbano, que assistiu a uma crescente tensão na semana passada, notou o porta-voz de Ban Ki-moon. Todos na região devem agir com responsabilidade e trabalharem no sentido de diminuírem a retórica e acalmar as tensões na região. De acordo com relatos da comunicação social, dois foguetes atingiram uma área gerida pelo Hezbollah na capital libanesa, Beirute, no domingo, um dia depois de o líder do grupo libanês se ter comprometido a continuar a apoiar o Presidente sírio, Bashar al-assad. Para Ki-moon, de acordo com o seu porta-voz, deve ser [reiterada] a importância primordial de prevenir um perigoso alastramento do conflito para além das fronteiras [sírias]. O secretário-geral acredita que a adesão estrita à Declaração de Baabda vai ajudar a preservar a estabilidade e a segurança do Líbano e exorta todos os líderes e partidos libaneses a renovarem o seu compromisso com esta declaração e a manterem o Líbano a salvo de conflitos. a Declaração de Baabda foi lançada num encontro de Diálogo Nacional, em junho de 2012, pede ao Líbano – e seus partidos – que se mantenha neutral em relação às tensões e crises regionais. O Hezbollah em novembro último já tinha afirmado que não se revia neste documento.