O secretário-geral da ONU destacou a importância dos países intensificarem esforços para atingir os Objetivos de Desenvolvimento do Milénio, antes do prazo limite. países em desenvolvimento como Moçambique têm a beneficiar se acelerarem a sua ação
O secretário-geral da ONU destacou a importância dos países intensificarem esforços para atingir os Objetivos de Desenvolvimento do Milénio, antes do prazo limite. países em desenvolvimento como Moçambique têm a beneficiar se acelerarem a sua ação Os Objetivos de Desenvolvimento do Milénio (ODM) têm mobilizado governos, como nunca. Eles catalisaram novas parcerias dinâmicas. E – o mais importante – eles têm conseguido resultados, afirmou Ban Ki-moon numa mesa redonda em Maputo, Moçambique, sobre as metas de combate à pobreza, os ODM, cujo prazo limite é 2015, e a agenda de desenvolvimento para depois dessa data. acordados pelos líderes mundiais na cimeira da ONU em 2000, os oito ODM fixaram metas específicas de redução da pobreza, educação, igualdade de género, saúde infantil e materna, estabilidade ambiental, redução do VIH/sida, bem como a criação de uma Parceria Global para o Desenvolvimento – todos com o prazo de 2015. Os ODM foram uma promessa – uma promessa mundial – para ajudar países como Moçambique a reduzirem drasticamente a pobreza e a fome, para reduzirem a vulnerabilidade, para capacitarem mulheres e raparigas e para melhorar a saúde das pessoas e do meio ambiente, disse Ki-moon. Hoje, seiscentos milhões de pessoas saíram da pobreza extrema.