Um projeto de formação de professores vai ser implementado na Etiópia, Namí­bia, e Costa do Marfim. Na África Subsariana serão identificados os restantes cinco países a integrar a iniciativa
Um projeto de formação de professores vai ser implementado na Etiópia, Namí­bia, e Costa do Marfim. Na África Subsariana serão identificados os restantes cinco países a integrar a iniciativa a Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura (Unesco), anunciou uma iniciativa de formação de especialistas africanos de educação. Inicialmente, o projeto será implementado na Etiópia, Namíbia e Costa do Marfim. a formação resulta de uma parceria com a China e vai iniciar no próximo mês de junho. De acordo com a Rádio das Nações Unidas, a Unesco não revelou os montantes envolvidos, mas explicou que objetivo do projeto passa por melhorar a formação de professores para a utilização das Tecnologias de Informação e Comunicação e a aprendizagem móvel. Durante quatro anos, espera-se que seja reforçada a capacidade dos ministérios e de outras instituições fundamentais ligadas à formação de professores de oito países africanos. Na ÁfricaSubsariana devem ser identificados as restantes cinco nações a integrar a iniciativa, levada a cabo no âmbito da Cooperação Sul-Sul.