O exército do Bangladesh retirou uma mulher viva dos escombros do edifício de oito andares que desabou nos arredores da capital do país, há 17 dias. O número de mortos no desabamento já ultrapassa o milhar
O exército do Bangladesh retirou uma mulher viva dos escombros do edifício de oito andares que desabou nos arredores da capital do país, há 17 dias. O número de mortos no desabamento já ultrapassa o milhar a persistência das equipas de socorro do exército do Bangladesh foi recompensada esta sexta-feira, 10 de maio, com o resgate de uma sobrevivente dos escombros do prédio que desabou há 17 dias, nos subúrbios da capital do país, Daca. a mulher estava presa nos destroços do Rana Plaza e foram os seus gritos a pedir ajuda que alertaram os elementos das brigadas de emergência. De acordo com informações veiculadas pelas agências internacionais, a sobrevivente não apresentava ferimentos significativos, foi alimentada e hidratada no local e transportada para um hospital. até agora, as autoridades já contabilizaram mais de 1. 000 mortos no desabamento do edifício que albergava várias fábricas de vestuário, onde trabalhavam milhares de operários. O imóvel não foi projetado para receber fábricas, pelo que várias pessoas, entre proprietários e engenheiros envolvidos no projeto foram detidos após o acidente. Nos últimos dias foram também encerradas 18 fábricas têxteis no país, muitas delas fabricantes de roupas vendidas a baixo preço no Ocidente, numa tentativa de melhorar as condições de segurança. Mais de 2. 400 pessoas foram resgatadas com vida dos escombros e as buscas continuam.