Motociclista atirou engenho explosivo para entrada do templo, momentos antes de começar a Eucaristia. O enviado do Vaticano que estava na cidade escapou ileso
Motociclista atirou engenho explosivo para entrada do templo, momentos antes de começar a Eucaristia. O enviado do Vaticano que estava na cidade escapou ileso a missa estava prestes a começar quando um motociclista atirou uma bomba para a entrada da igreja, este domingo, 5 de maio, na cidade de arusha, na Tanzânia. a explosão causou a morte a uma pessoa e deixou feridas mais de 40, segundo as autoridades locais, que já anunciaram a detenção de um suspeito. O atentado ocorreu num dia especial para os católicos de arusha, que recebiam a visita de um enviado da Santa Sé para presidir à inauguração de uma igreja. O religioso escapou ileso ao rebentamento. a polícia desconhece os motivos do ataque, mas sublinha que o país tem assistido a momentos de grande tensão entre católicos e muçulmanos. No início do ano dois líderes cristãos foram mortos e várias mesquitas foram vandalizadas.