«Que as crianças, que pertencem às categorias mais vulneráveis, sejam sempre defendidas e tuteladas», foi o apelo corajoso do Papa Francisco durante a recitação do Regina Coeli, na Praça de São Pedro
«Que as crianças, que pertencem às categorias mais vulneráveis, sejam sempre defendidas e tuteladas», foi o apelo corajoso do Papa Francisco durante a recitação do Regina Coeli, na Praça de São PedroO Papa fez este apelo, hoje dia 5 de Maio, saudando de modo particular a associação Meter’ , presente na Praça, por ocasião do dia dedicado às crianças vítimas da violência. Recordando quantos sofreram devido aos abusos, disse: Gostaria de lhes assegurar que estão sempre presentes na minha oração, mas gostaria também de lhes dizer com força que todos nos devemos empenhar com clareza e coragem a fim de que cada pessoa humana, especialmente as crianças, que pertencem às categorias mais vulneráveis, sejam sempre defendidas e tuteladas. O Santo Padre saudou também os cristãos de rito oriental que celebram neste dia a Páscoa, unindo-se de todo o coração a eles na proclamação do feliz anúncio da Ressurreição do Senhor. a oração do Regina Coeli foi recitada após a missa com as Irmandades de toda a Itália, celebrada na Praça de São Pedro. Recordou-lhes sobretudo que o amor a Maria é uma das características da piedade popular que deve ser valorizada e bem orientada. O Papa Francisco recordou ainda que ontem no Brasil foi beatificada Francisca Paula de Jesus, mais conhecida por Nhá Chica, uma filha e neta de escravas do século XIX cuja vida simples foi toda dedicada a Deus e à caridade, tanto que era chamada mãe dos pobres’. São já alguns milhões os seguidores do Papa no seu Twitter, onde nesta semana deixou uma mensagem de cariz missionário: Cada cristão é missionário na medida em que testemunha o amor de Deus. Sede missionários da ternura de Deus!.