Os líderes dos países mais ricos do mundo estão reunidos em Londres. as ameaças norte coreanas e a situação da guerra na Síria serão dois dos principais temas em debate
Os líderes dos países mais ricos do mundo estão reunidos em Londres. as ameaças norte coreanas e a situação da guerra na Síria serão dois dos principais temas em debate O governo do Japão vai pedir apoio na reunião do G8, que começou esta quinta-feira, 11 de abril, em Londres, Inglaterra, e que terá como tema principal a atual crise política alimentada pela Coreia do Norte. O regime de Pyongyang tem lançado sucessivas ameaças contra a Coreia do Sul, Estados Unidos da américa (EUa) e Japão e espera-se que o chamado grupo dos ricos tome uma posição firme sobre o assunto, manifestando-se solidário com Tóquio. Segundo um especialista em diplomacia, citado pela BBC, os presidentes e primeiros-ministros dos países que compõem o G8 consideram as ameaças norte coreanas e os preparativos para novos testes de mísseis uma provocação séria à comunidade internacional. No encontro, deverá ainda ser analisada a situação da guerra na Síria, o programa nuclear iraniano e a violência sexual em zonas de conflito. O G8 é integrado pelos EUa, Grã-Bretanha, França, alemanha, Itália, Japão, Canadá e Rússia, considerados os países mais industrializados e desenvolvidos economicamente do mundo. O grupo é muito criticado por um grande número de movimentos sociais, que acusam os líderes políticos de decidirem medidas globais, social e economicamente destrutivas, sem legitimidade e transparência.