assembleia Geral das Nações Unidas chegou a um acordo para regulamentar o comércio internacional de armas convencionais, um negócio que movimenta 62 mil milhões de euros por ano
assembleia Geral das Nações Unidas chegou a um acordo para regulamentar o comércio internacional de armas convencionais, um negócio que movimenta 62 mil milhões de euros por ano a maioria dos países com direito a voto na assembleia Geral da ONU aprovou esta terça-feira, 2 de abril, o primeiro tratado que regulamenta o comércio internacional de armas convencionais. O texto foi aprovado por 154 das 193 nações votantes, com três votos contra – Síria, Coreia do Norte e Irão -, e 23 abstenções, entre as quais a Rússia. O acordo, que visa regular um negócio que movimenta anualmente 80 biliões de dólares (cerca de 62 mil milhões de euros), foi aplaudido de imediato pelo primeiro-ministro do Reino Unido, David Cameron. Salvará vidas e reduzirá o imenso sofrimento causado pelos conflitos armados, pois tornará mais difícil que as armas caiam nas mãos de criminosos e terroristas, dispostos a utilizá-las para destruir vidas, disse o governante.