No próximo mês de maio, será realizado, no Peru, um sorteio entre as pessoas com mais de 18 anos para cumprirem serviço militar. Se os sorteados recusarem, terão de pagar uma multa. a medida tem desencadeado críticas de vários setores
No próximo mês de maio, será realizado, no Peru, um sorteio entre as pessoas com mais de 18 anos para cumprirem serviço militar. Se os sorteados recusarem, terão de pagar uma multa. a medida tem desencadeado críticas de vários setoresO governo de Lima (Peru) anunciou a realização de um sorteio entre os jovens maiores de 18 anos para o serviço militar, de forma a colmatar odéfice de recrutas voluntários. a decisão provocou uma acalorada controvérsia, porque caso os sorteados se recusem a prestar o serviço militar, ficarão obrigados a pagar uma multa no valor de 550 euros. O sorteio irá realizar-se no próximo mês de maio, informou José Cueto, chefe do Estado Maior das Forças armadas, segundo a agência Misna. Responsáveis de várias organizações da sociedade civil têm apontado o carácter discriminatório da medida, advertindo que os jovens pobres podem, de facto, ser obrigados a cumprir o serviço militar, devido à impossibilidade de pagar a sanção monetária.

O sorteio foi já decidido em dezembro no parlamento, perante um défice de 30 mil recrutas, desencadeando críticas de vários setores. Desde 1998, que o serviço militar é voluntário no Peru, e, gradualmente, começou a perder o número mínimo de recrutas, devido ao desinteresse dos jovens em ingressar numa instituição que não tem boa reputação no país.