O secretário-geral da ONU revelou que está profundamente dececionado com o fracasso da Conferência Final das Nações Unidas sobre Comércio de armas em chegar a acordo entre os 193 estados-membros sobre um texto no último dia do encontro
O secretário-geral da ONU revelou que está profundamente dececionado com o fracasso da Conferência Final das Nações Unidas sobre Comércio de armas em chegar a acordo entre os 193 estados-membros sobre um texto no último dia do encontroO acordo no tratado esteve perto de ser alcançado, graças a um trabalho incansável e espírito de compromisso entre os estados-membro, salientou Ban Ki-moon num comunicado divulgado pelo seu porta-voz, onde manifestou a sua profunda deceção pelo insucesso. apesar do insucesso, o secretário-geral elogiou o embaixador Peter Woolcott, presidente da Conferência, pela sua liderança na condução das negociações complexas, segundo o comunicado. Ban também elogiou a sociedade civil e a maioria dos Estados pelo seu apoio ativo. Cerca de dois mil representantes de governos, organizações internacionais e regionais e da sociedade civil reuniram-se em Nova Iorque, desde 18 de março, a limar os detalhes do que foi visto como a iniciativa mais importante de sempre para a regulação de armas convencionais no âmbito da ONU.