Mais novos têm potencial no uso que fazem da tecnologia que podem levar a contribuições excecionais para a sociedade e a história. Os países devem pedir aqueles que serão futuros líderes para usarem os seus conhecimentos para enfrentar os desafios
Mais novos têm potencial no uso que fazem da tecnologia que podem levar a contribuições excecionais para a sociedade e a história. Os países devem pedir aqueles que serão futuros líderes para usarem os seus conhecimentos para enfrentar os desafiosO centro das atenções do fórum das Nações Unidas que se iniciou esta quarta-feira deve ser o potencial dos jovens em usarem a tecnologia para realizar contribuições excecionais para a sociedade e a história. No discurso de abertura, o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, encorajou os participantes a serem cidadãos do mundo e ajudarem as organizações a responderem a desafios, como a insegurança, as alterações climáticas e o desemprego – e encontrarem a sua própria missão na vida. Sejam parte da criação de uma nova visão. Não é só sobre dizer-nos que tipo de mundo querem. Trata-se de uma parceria connosco para alcançarem um futuro melhor, afirmou Ki-moon aos participantes no Fórum Económico e Social do Conselho da Juventude (ECOSOC), em Nova Iorque, EUa. O tema do fórum concentra-se em desenvolver a ciência, a tecnologia, a inovação e a cultura para melhorar a sociedade. Os participantes são os inovadores de amanhã, incluindo jovens representantes dos estados-membros, estudantes e jovens empresários com formação em ciência e tecnologia e de organizações não governamentais de juventude.