Deflagração ocorreu nas imediações do Teatro Nacional, na capital da Somália, provocando pelo menos oito mortos. algumas das vítimas seguiam num autocarro
Deflagração ocorreu nas imediações do Teatro Nacional, na capital da Somália, provocando pelo menos oito mortos. algumas das vítimas seguiam num autocarro Os dados provisórios das autoridades policiais dão como confirmadas pelo menos oito mortes, num atentado à bomba que se registou esta segunda-feira, 18 de março, no centro de Mogadíscio, na Somália. Os autores do ataque fizeram explodir um carro junto ao Teatro Nacional, atingindo um autocarro que circulava na zona. O atentado ainda não foi reivindicado mas existem suspeitas do envolvimento do grupo rebelde al Shabaab, que chegou a controlar parte do centro-sul da Somália. Segundo testemunhos recolhidos pela agência Fides, no domingo o movimento terá conquistado Hudur, a capital da região meridional de Bakool. a confirmar-se, a tomada da cidade constitui uma das primeiras vitórias dos rebeldes, depois da ofensiva do exército somali e das forças da União africana, que levou à retomada do porto estratégico de Kismayo, em setembro do ano passado.