O cardeal-patriarca de Lisboa convidou o Papa Francisco a visitar Portugal e a Cova da Iria, logo após a eleição de Jorge Mario Bergoglio, o primeiro latino-americano a liderar a Igreja Católica
O cardeal-patriarca de Lisboa convidou o Papa Francisco a visitar Portugal e a Cova da Iria, logo após a eleição de Jorge Mario Bergoglio, o primeiro latino-americano a liderar a Igreja CatólicaDepois da eleição do cardeal Jorge Mario Bergoglio, José Policarpo, cardeal-patriarca de Lisboa, convidou o novo Papa Francisco a visitar Portugal. Logo após o cumprimento final, disse-lhe que nós gostaríamos muito de o receber em Portugal, revelou esta quinta-feira, 14 de março, José Policarpo, em conferência de imprensa.
O presidente da Conferência Episcopal Portuguesa confessou que o novo Papa não lhe deu qualquer resposta nem a podia dar. Também antónio Marto, bispo na diocese de Leiria-Fátima, tinha afirmado a intenção de convidar o Papa Francisco a Portugal, para participar, em 2017, nas celebrações do centenário das aparições de Fátima.
Na opinião do patriarca de Lisboa, o nome escolhido por Jorge Mario Bergoglio, que evoca São Francisco de assis, foi particularmente significativo. Essa é uma forma de dizer como o novo Papa compreende a missão que lhe foi entregue, referiu, citado pela agência Ecclesia, acrescentando que nunca ninguém se lembrou de se chamar Francisco.
O presidente da CEP destacou ainda que o cardeal argentino é conhecido pela simplicidade com que está junto dos pobres. Jorge Mario Bergoglio, de 76 anos, arcebispo de Buenos aires, foi eleito como sucessor de Bento XVI ao quinto escrutínio do Conclave.