Uma geração de crianças Sírias pode ficar «marcada para a vida», por causa da implacável violência no país, do deslocamento e dos danos em serviços essenciais causados pelo conflito sírio. O alerta é deixado pela UNICEF num relatório agora divulgado
Uma geração de crianças Sírias pode ficar «marcada para a vida», por causa da implacável violência no país, do deslocamento e dos danos em serviços essenciais causados pelo conflito sírio. O alerta é deixado pela UNICEF num relatório agora divulgado ao mesmo tempo que milhões de crianças na Síria e em toda a região testemunham o desaparecimento do seu passado e do seu futuro no meio dos escombros e da destruição deste prolongado conflito, cresce de dia para dia o risco delas se tornarem numa geração perdida, afirmou o diretor executivo da UNICEF, anthony Lake, sublinhando que esta geração ficará marcada para a vida. as causas para este alerta encontram-se na implacável violência no país, no deslocamento da população e nos danos em serviços essenciais causados pelo conflito sírio. a Síria tem sido abalada pela violência desde que se iniciou uma revolta contra o Presidente Bashar al-assad, em março de 2011. até agora cerca de 70 mil pessoas morreram, mais de um milhão de pessoas fugiram para países vizinhos, e outros dois milhões de pessoas foram deslocadas internamente. a UNICEF estima que dois milhões de crianças tenham sido afetadas em toda a região. No seu relatório, a UNICEF sublinha que as crianças estão a sofrer o trauma de ver os familiares e amigos mortos, enquanto são aterrorizadas pelos sons e pelas cenas da guerra civil.