as Nações Unidas alertaram para o facto de dezenas de milhares de pessoas na República Democrática do Congo estarem em perigo, uma vez que prosseguem os confrontos entre tropas governamentais e um grupo armado na cidade de Kitchanga
as Nações Unidas alertaram para o facto de dezenas de milhares de pessoas na República Democrática do Congo estarem em perigo, uma vez que prosseguem os confrontos entre tropas governamentais e um grupo armado na cidade de Kitchanga Os combates em Kitchanga já provocaram milhares de deslocados, têm afetado o acesso aos serviços básicos e danificado as instalações humanitárias, de acordo com o gabinete das Nações Unidas para a Coordenação de assuntos Humanitários (OCHa). Estes confrontos entre as Forças armadas da República Democrática do Congo (FaRDC) e a aliança dos Patriotas por um Congo Livre e Soberano (aPCLS, na sigla francesa) já provocaram dezenas de mortos entre os civis, incluindo um trabalhador humanitário, centenas de feridos e milhares de pessoas deslocadas desde que os combates se iniciaram no final de fevereiro. Cerca de cinco mil destes deslocados procuraram refúgio nas proximidadades da base da força de manutenção de paz da ONU em Kitchanga. a assistência humanitária também foi afetada com armazéns que foram incendiados, instalações médicas que acabaram destruídas e o sistema de abastecimento de água da cidade que foi cortado.